O meu primeiro contato com a franquia Cavaleiros do Zodíaco

Esse ano eu assisti todas as sagas de Cavaleiros do Zodíaco (que vou me referir em vários momentos como CDZ), eu não assisti CDZ de pequeno (viu? CDZ!), peguei depois de véio, então não tenho a nostalgia da infância pra influenciar em meu julgamento (falei bunito agora).

Não vou entrar em detalhes técnicos e nem nada disso, nosso (na verdade o meu) objetivo não é esse. Vou falar de uma obra muito boa, de fan pra fan. Então bora!

 

Santuário (Sant Seiya saga clássica)

Para todos os fans que pegaram CDZ na era Rede Manchete essa vai ser sempre a melhor saga de todas (com uma pequena pagação de pau pra Gota Mágica, que ao meu ver ta longe de ser a melhor dublagem). Eu não tiro o mérito, até eu que peguei CDZ depois de velho acho que essa é a melhor saga.

(Essa abertura dá até orgasmo na velha guarda que pegou CDZ de pequeno)

 

Pra quem não viu CDZ e tá perdidinho, aqui vai um artigo que fizemos sobre o que você precisa saber sobre:
Guia prático: Os Cavaleiros do Zodíaco

 

O início da saga clássica é a apresentação do universo CDZ para todo o mundo, não desista aí, a coisa só melhora depois (em termos de história pois a animação são basicamente frames movimentados de um lado pro outro e GIFs eternos).

 

Cheia de mistérios, lutas, busca por vingança, busca pela família, e, armaduras. De início vemos os cavaleiros sendo apresentados um a um, logo depois temos um torneio pra que possamos ver eles lutando, e pra que os protagonistas se aproximem.

Após alguns episódios somos apresentados a cavaleiros opostos aos protagonistas. Conhecemos então os Cavaleiros Negros (que são exatamente os mesmos frames dos quatro cavaleiros de Atena, mas negativos, literalmente), que apesar de serem idênticos aos protagonistas, são derrotados rapidinho, isso que são os fodões até então.

Fora Ikki é claro, Ikki é a apelação em pessoa, Cavaleiro de Fênix, sua armadura retorna das cinzas como a ave Fênix, seu cosmo está muito além de um cosmo de cavaleiro de Bronze normal, é muito inteligente, conseguiu a proeza de derrotar Shaka de Virgem o homem considerado o mais próximo de um Deus, o inimigo que virou mocinho (basicamente o Vegeta da franquia).

Saint Seiya

Após isso tudo somos apresentados a parte Forças Ocultas no Santuário, que só existe no Anime, então não espere muito dela, assista apenas pelo fato dela ser parte da cronologia.

 

Armaduras em Sant Seiya

As armaduras são divididas entre Bronze, Prata e Ouro em 88 constelações (Atena? Grécia? Deuses olímpicos? Ouro, prata e bronze? Olimpíadas? Nunca percebeu isso?). Essas são as armaduras de Atena. Mas não são as únicas, existem várias outras como as armaduras dos Generais Marinas e Espectros de Hades.

Cada nível acima é mais forte, os cavaleiros de prata em teoria são muito mais fortes que os de bronze, já os de Ouro nem se fala. Somos apresentados às armaduras de prata logo após Os Cavaleiros Negros. Mas como nada é problema para os protagonistas da por@#a toda, essa parte também passa como uma bala. Os Cavaleiros de Prata não são muito bem aproveitados, aparecem, levam pau, e vão morrendo um a um. Uma pena.

Logo após isso os Cavaleiros de Ouro são apresentados, e pouco tempo depois vem a parte mais foda de toda a saga clássica (na minha humilde opinião, claro), A Batalha das Doze Casas. Cenas (estáticas) que te fazem chorar em conjunto com a música que é ótima. Quando o tema O Lamento de Atena começa a tocar, já era, prepare-se para suar os olhos (caso você não seja uma pedra, lógico). Nessa parte vemos que os Cavaleiros de Bronze de Atena não são simples Cavaleiros de Bronze. Eles vão lutando, subindo as casas, despertando seus sétimos sentidos e derrotando os Cavaleiros de Ouro um a um.

Quero destacar aqui a luta entre Hyoga de Cisne e seu mestre Câmus de Aquário, de arrepiar os cabelos do c… couro cabeludo, uma das lutas mais fodas do anime.

 

Logo depois disso vem, a (amada por ninguém poucos e odiada por todos muitos) saga de Asgard (efeito sonoro de vômito), ela faz parte da cronologia, mas é um filler total, eu não gostei muito dela, as lutas são enroladas demais, é quase uma cópia mal feita da Batalha das Doze Casas, pois os cavaleiros tem que subir até o topo da montanha e ir lutando com os cavaleiros no caminho, broxante.

Depois de uma saga filler, temos a saga de Poseidon, ela é melhor que Asgard sem dúvida, mas pra mim A Batalha das Doze Casas mata a pau. Nessa saga vemos os cavaleiros se superando cada vez mais. Como sempre, Atena se mete em problemas e cabe aos não tão simples Cavaleiros de Bronze resgatar ela, êêêêê Saori.

O fim está próximo, chega a saga Hades. Essa saga é a batalha final entre Atena e Hades. Nela são revelados alguns segredos e mistérios, os Cavaleiros de Bronze atingem (até então) o ponto máximo de seus cosmos, despertam o Arayashiki (oitavo sentido, que nominho heim?), adquirem as Armaduras Divinas e vencem Deuses (simples cavaleiros de bronze, hã?). A Guerra Santa acabou, mas CDZ não. Eu achei essa Saga muito top, mas… A Batalha das Doze Casas ainda ganha. He he.

Saint Seiya

Depois da conclusão da história para nossos queridos protagonistas, vemos The Lost Canvas.
Essa é uma saga que conta a história da Guerra Santa anterior a essa. Outros protagonistas, outra Atena, outro Hades, outros cavaleiros de ouro, mesmo Dohko (SPOILERS, Mestre Ancião). Muitas pessoas dizem que é a melhor saga de CDZ, eu sinceramente não acho isso.

Essa saga pelo visto foi cancelada na segunda temporada. A primeira temporada é bem enrolada, mas na segunda as coisas melhoram. Uma pena ter acabado, eu gostaria de saber a conclusão, vou ter que ler os mangás agora (#CHATEADO).

 

Saint Seiya: Soul of Gold

Essa saga é dividida em 13 episódios, um episódio para cada cavaleiro de ouro lutar e mostrar sua armadura divina, e um episódio de conclusão (só que não).

Essa saga é única e exclusivamente para vender bonecos, isso fica evidente.
Logo no primeiro episódio você percebe que estamos em Asgard, dá aquela vontade de jogar tudo pro alto e gritar, NÃÃÃÃO ASGARD NÃÃÃÃO, mas não se desespere, não é a saga Argard.

 

A história se passa dentro da saga de Hades, logo após os Cavaleiros de Ouro abrirem caminho para os Cavaleiros de Bronze passarem para os campos elísios, e termina quando Poseidon envia as armaduras de ouro que ajudam os Cavaleiros de Bronze na luta contra Hades.

O protagonista aqui é Aioria de Leão (não me pergunte o motivo), e fora isso não tem muito mais o que falar, os Cavaleiros de Ouro são misteriosamente revividos, apresentam uma tatuagem estranha que aparece e brilha de vez em quando e são todos uns pirralhos. Sério, parece que pegaram os models dos 5 cavaleiros de bronze e trocaram as skins e texturas, que merd@ é aquela? Esses não são os Cavaleiros de Ouro que eu conheço, são um bando de moleques, tudo bem que na história eles não são veeeelhos (fora o Dohko de Libra), mas na saga clássica eles aparentavam serem mais robustos, até por serem Cavaleiros de Ouro. Mas isso? Pufff.

Saint Seiya

Temos aqui o mesmo problema da mãe da Bulma em Dragon Ball Super, alguém que nunca abre o olho agora abre, assim, num piscar de olhos (foi mal pela piadinha sem graça). Shaka de Virgem, que que é isso cara? Eu não reconheço você quando tá de olhos abertos (brincadeira eu reconheço sim).

Essa saga até que é legal, tem uma história interessante que fica um pouco melhor da metade pro final, dá pra dizer que é boa (se você esquecer completamente que é CDZ e que aqueles pirralhos ali são os Cavaleiros de Ouro, lógico).

Mas a questão de serem “pirralhos” tem uma explicação, quando foram revividos eles ganharam novos corpos, de acordo com as idades deles (eu tenho, tenho não, PRECISO acreditar nisso, sério).

Saint Seiya

 

Saint Seiya Ω (Ômega)

Saint Seiya Ômega é claramente feita pra nova geração (geração Ben 10/minecraft), e é um spin off de Saint Seiya (motivo suficiente pra galera que pegou CDZ na infância odiar ele). Temos aqui uma nova geração, novas casas do Zodíaco, novos cavaleiros de ouro, novos protagonistas novos inimigos e até uma nova Atena (PQP uma nova Atena? [email protected]), isso na primeira temporada.

Saint Seiya

A primeira coisa que eu pensei quando vi a Yuna de Águia foi: Será que o Kouga vai ver o rosto dela como o Seiya viu o da Shaina? A resposta é sim, mas não foi como eu esperava. E nem vou comentar sobre o Naruto, digo, Haruto.

Pra galerinha jovem (Ben 10/minecraft) que não manja de CDZ, Saint Seiya Ômega é uma pequena enciclopédia desse universo. O Kouga representa a nova geração, o coitado não sabe nada (nada mesmo), tudo pra ele é uma grande descoberta, ai que entra a enciclopédia, o que aconteceu nas sagas anteriores, o que são isso e o que são aquilo vão sendo explicados tim-tim por tim-tim, você vai ver explicação de coisas que você tá careca de saber.

Saint Seiya

Quando eu vi o Ryuho de Dragão pela primeira vez eu imaginei: Esse aí é filho do Shun com certeza, isso antes de descobrir que era filho do Shiryu. Presta a atenção aí Shiryu, abre o olho.

Não vou dizer que eu não estranhei as tais armaduras cristais, mas aceitei numa boa pois sabia o que era SS Ômega, aceitei as coisas numa boa até ouvir a frase: “ela despertou como a nova Atena”.

Nova Atena?

Nova Atena?

NOVA? ATENA?

SÉRIO ISSO?

Isso me deixou extremamente puto da cara, armaduras cristais tudo bem, mas uma nova Atena já é apelação. Eu aceitei a questão das armaduras cristais serem uma evolução, o fato delas terem se fundido com um meteorito que caiu na Terra durante uma batalha contra Marte, dando a habilidade de dominar um elemento. Mas…

UMA NOVA ATENA?

Mas meus nervos se acalmaram depois de alguns minutos pois (atenção SPOILERS) a nova Atena morre, que alívio que me deu (foi só eu?).

Uma coisa é certa, os episódios ficam bem melhores quando um cavaleiro da velha guarda aparece. A cada vez que um deles aparece é uma festa de nostalgia.

Saint Seiya

E pelo jeito algumas coisas nunca mudam. O número de cavaleiros de prata diminuem quase tão rápido quanto na saga clássica (esses cavaleiros de prata são uns inúteis mesmo).

A segunda temporada de Ômega as coisas entram nos eixos. Saem os cristais (da Sailor Moon) e voltam as armaduras carregadas em caixas (as Pandora Box). Me senti em casa, deu um alívio de ver isso. É um ânimo a mais pra continuar assistindo. O Santuário, as 12 casas, o Coliseu, todos voltam, até os cavaleiros de aço (pois é, um deles é protagonista importante, vê se pode).

Quando eu vi a evolução da armadura de cavalo menor, quase pulei. Ela é uma referência direta à primeira armadura de Pégaso. A versão original de cavalo menor também faz referência a armadura de Pégaso, mas a referência a primeira é nostálgica.

Saint Seiya

Na metade da segunda temporada os cavaleiros da velha guarda, chamados cavaleiros lendários, aparecem e lutam ao lado da nova geração (Ben 10/minecraft).

São poucas as partes que você se emociona de verdade. Uma delas é quando Ikki de Fênix se sacrifica em batalha. Ver os cavaleiros da velha guarda sentirem a dor da perda de um amigo atinge você (claro, se você assistiu a saga clássica, caso não, você pode achar uma merd@).

 

O novo sentido de Sant Seiya Ômega

O Ômega é descrito como um sentido acima do sétimo, um cosmo supremo acima do supremo. Mas usaram o sétimo sentido como comparação porque é o sentido mais avançado que a nova geração desperta até então. Assim como na saga clássica os cavaleiros despertam um sentido por vez (sexto, sétimo e oitavo).

Então nesse caso esse Ômega seria algo entre o sétimo e o oitavo sentido. Porém, ele é descrito também como um poder que pode ser equiparado com o de um Deus. Esse é o nono sentido na mitologia Cavaleiros do Zodíaco. Mas como explicado no anime, a cada nova geração os cavaleiros superam a geração anterior. E essa seria a geração que atingiria tal ponto. Não seria de se surpreender se essa geração atingisse o nono sentido sem passar pelo oitavo.

Ikki diz que o Ômega só pode ser despertado com a ajuda de outros cavaleiros. Nesse caso seria como a transformação em Super Saiyajin God de Dragon Ball. Eles se juntam, elevam seus cosmos e despertam um poder oculto.

Saint Seiya

No final da saga vemos o que foi descrito como o verdadeiro Ômega e a Pegasus Ultimate Omega Cloth. Uma junção dos cosmos de todos os cavaleiros formando um big bang, o poder de um universo em um cavaleiro. O Ômega seria isso?

9omega

Mas muitas coisas permaneceram um mistério. Quem são os pais de Kouga, ele tem pais ou foi originado assim como mágica? Cadê a Marin? A irmã do Seiya?

Mas além de tudo, Sait Seiya Ômega fala sobre a amizade.

 

Agora pra finalizar algumas respostas pra perguntas que eu mesmo me fiz.

  1. Qual saga eu profiro?
    A saga clássica, especialmente a parte das 12 casas.
  2. Meu cavaleiro favorito?
    Claro que é o Ikki, apesar de achar o Hyoga massa também.
  3. Por que não gostei de Asgard?
    Não só porque é filler, mas porque não chega aos pés de CDZ.
  4. A melhor Atena?
    A Saori claro, apesar da Sasha ser um pitelzinho (pitelzinho, que gíria mais antiga, que vergonha meu Deus que vergonha).
  5. Seiya, Tenma ou Kouga?
    Seiya é óbvio, o anime não tem o nome dele à toa. O Kouga é foda também, mas não chega nem perto do que o Seiya foi. Já o Tenma não vou nem comentar, só falo que ele é uma ponte.

 

Agora pra finalizar de verdade, deixa ai sua opinião nos comentários, e responde às perguntas também.

Você pode gostar...

  • Filipe Salvino

    Comecei com Cdz Classico, passei pelo Lost Canvas e pelo Omega: meu preferido e o Seya de Pegasus(porque ele e o protagonista fodao e que come a atena depois), em segundo o Kouga(pois ele fica + forte do qeu o Seya) e em terceiro….a Sendai Athena,q eu e muito linda, hehe!
    So resta essa duvida: quando lançarao + episodios de CDZ The Lost Canvas?

    • Essa é a pergunta que não quer calar. Mas a resposta é: quando eles ligaram pros fans, kkkk
      The Lost Canvas foi abandonado. É chato isso de parar no meio.
      Mas aqui no site temos uma matéria que fala sobre isso e tem um link pra uma petição, caso queira ajudar.

  • Pingback: Doctor Who, uma das melhores séries de sci-fi já criadas - AnimaSan()

Por favor, não saia ainda!
Caso tenha chegado aqui por uma pesquisa do Google e gostou da nossa matéria. Deixe seu email na caixinha abaixo para receber gratuitamente nossos feeds diretamente na sua caixa de entrada.
Obrigado por se inscrever. Você deve confirmar seu endereço de e-mail. Por favor, verifique seu e-mail e siga as instruções.
Nós respeitamos sua privacidade. Não divulgaremos suas informações pra ninguém!
Vai sair mesmo? Que pena. :-(
×
×
WordPress Popup
Assine a nossa newsletter
Deixe seu e-mail gratuitamente para receber nossas atualizações sobre as últimas notícias do site!
Não, obrigado
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Vai fechar mesmo?
×
×
WordPress Popup