Os verdadeiros Cristóvão e Ursinho Pooh

Vamos falar sobre o Ursinho Pooh (Winnie the Pooh título original), como já vimos, muitos personagens da Disney foram baseados em pessoas reais mas essa não é uma característica somente da Disney, para quem trabalha com criação, inspiração é fundamental, muitos escritores, senão todos, utilizam-se do seu dia à dia para suas criações.

Com AA Milne, o criador do Ursinho Pooh, não foi diferente.

O Ursinho Pooh e sua turma

O Ursinho Winnie

O Capitão Harry Colebourn conheceu um caçador com um filhote de urso na estação de trem de White River Ontário. O caçador tinha atirado e matado a mãe do filhote que sozinho certamente iria morrer.

Colebourn ofereceu ao caçador $20 dólares (cerca de US $ 400 dólares) pelo filhote. O caçador de bom grado aceitou a troca.

Winnie e o Capitão Harry Colebourn

Winnie e o Capitão Harry Colebourn

Colebourn batizou o pequeno urso de Winnipeg em homenagem a sua cidade natal adotiva, pois Colebourn era natural da Inglaterra mas fez carreira em Winnipeg, rapidamente o nome do urso tornou-se apenas “Winnie”. Colebourn levou Winnie no trem até Valcartier onde ficava seu acampamento.

Em dezembro de 1914 a unidade de Colebourn, a 2 ª Brigada de Infantaria canadense, recebeu a notícia de que eles estavam prestes a sair para a zona de guerra na França. O Capitão Harry Colebourn foi obrigado a retirar Winnie para um abrigo seguro, Colebourn decide então emprestá-lo temporariamente ao zoológico de Londres.

Sempre que estava de licença em Londres, Colebourn visitava o urso no zoológico. Até o final da guerra, em 1918, Winnie já tinha muitos admiradores e foi um dos animais mais populares do Zoo. Colebourn decidiu então deixá-lo aos cuidados do zoológico. Winnie foi entregue oficialmente ao Zoo em 1 de dezembro de 1919.

Dois dos visitantes freqüentes de Winnie na década de 1920 eram um jovem rapaz chamado Christopher Robin e seu pai, o escritor AA Milne. Christopher Robin tinha um ursinho de pelúcia, originalmente chamado Edward, que ele renomeou Winnie the Pooh. “Winnie” veio do urso no jardim zoológico, e “Pooh” aparentemente foi elaborado a partir de um cisne, animal de estimação de um conhecido de Milne.

Alan Alexander Milne, Christopher Robin Milne e o boneco Pooh

Alan Alexander Milne, Christopher Robin Milne e o boneco Pooh.

Em 1926, Milne publicou um livro chamado Winnie the Pooh. O livro foi ilustrado por um amigo membro da revista de humor Punch, Ernest H. Shepard.

Winnie viveu no zoológico até 1934, e nos últimos dois anos de sua vida Winnie passou com catarata e artrite, o urso sofreu um derrame que o paralisou parcialmente. Winnie teve que ser sacrificado em 12 de maio de 1934.

A estátua erguida em Assiniboine Park Zoo, na cidade de Winnipeg, Manitoba, Canadá.

A estátua erguida em Assiniboine Park Zoo, na cidade de Winnipeg, Manitoba, Canadá.

Estátua de Winnie the Pooh em White River, Ontário, Canada. A cidade natal de Winnie.

Estátua de Winnie the Pooh em White River, Ontário, Canada. A cidade natal de Winnie.

 

Estátua de Winnie the Pooh erguida no Zoológico de Londres, onde Winnie passou sua vida.

Estátua de Winnie the Pooh erguida no Zoológico de Londres, onde Winnie passou sua vida.

 

 

Abaixo segue uma foto dos brinquedos originais de Christopher Milne, expostos atualmente em The New York Public Library.

Piglet, Tigger, Winnie the Pooh, Eeyore e Kanga.

Piglet, Tigger, Winnie the Pooh, Eeyore e Kanga. (1925)
Clique na imagem para ver mais fotos oficias.
Fonte da imagem: Reprodução/NYPL

 

 

O escritor AA Milne baseou-se em seu filho e os brinquedos dele para escrever Winnie the Pooh, e muitos outros personagens também foram batizados com o mesmo nome dos brinquedos do menino.

 

Os direitos sobre os personagens estão atualmente com a Disney e foram cedidos a ela em 1961 pela mulher de Milne apos a morte dele. Pooh apareceu pela primeira vez nas telas de cinema em 1966, e com o passar dos anos novos personagens foram sendo adicionados à história original.

 

 

FONTE: CBC, UOL e White River

Você pode gostar...

Por favor, não saia ainda!
Caso tenha chegado aqui por uma pesquisa do Google e gostou da nossa matéria. Deixe seu email na caixinha abaixo para receber gratuitamente nossos feeds diretamente na sua caixa de entrada.
Obrigado por se inscrever. Você deve confirmar seu endereço de e-mail. Por favor, verifique seu e-mail e siga as instruções.
Nós respeitamos sua privacidade. Não divulgaremos suas informações pra ninguém!
Vai sair mesmo? Que pena. :-(
×
×
WordPress Popup
Assine a nossa newsletter
Deixe seu e-mail gratuitamente para receber nossas atualizações sobre as últimas notícias do site!
Não, obrigado
We respect your privacy. Your information is safe and will never be shared.
Vai fechar mesmo?
×
×
WordPress Popup